UWC Brasil

UWC Brasil

Para saber mais sobre a organização e a UWC Brasil, acompanhe o vídeo abaixo:

O Comitê Brasileiro é formado por ex-alunos, educadores, professores, psicólogos e outros entusiastas do movimento UWC. Todos dedicam seu tempo de maneira voluntária às atividades do comitê. O primeiro aluno brasileiro ingressou no Atlantic College em 1962, ano de fundação deste, que foi o primeiro colégio da rede. Desde então, mais de 150 alunos oriundos do nosso país já tiveram a experiência de cursar os dois anos em um dos Colégios do Mundo Unido.

 

Os primeiros alunos eram selecionados diretamente por educadores brasileiros que tiveram envolvimento com a criação do movimento UWC. Na década de 70, a seleção passou a ser dirigida pelos ex-alunos, como já ocorria em outros lugares do mundo. A seleção tem se dado nos moldes atuais (prova, entrevista e convívio) desde o início dos anos 80. Periodicamente os ex-alunos brasileiros organizam encontros para revisar os processos de divulgação e seleção, além de pensar em outras formas pelas quais os ideais do UWC e o tipo de experiência que o movimento proporciona possam ser disseminados pelo Brasil.

 

O comitê é uma associação sem fins lucrativos e suas atividades são mantidas por doações, sob a premissa de que não ocorra nenhuma influência dos doadores sobre o processo de seleção. O dinheiro arrecadado serve para cobrir os custos dos esforços de divulgação e seleção, pois a taxa paga pelos candidatos não cobre todos estes custos. Caso ainda haja recursos, estes são usados para complementar bolsas parciais e comprar passagens aéreas dos selecionados cujas famílias não possam arcar com os custos do programa.

 

Se você deseja fazer uma contribuição para a Associação United World Colleges do Brasil, clique aqui. A Associação entrará em contato para informar os detalhes. Contribuições financeiras são muito bem-vindas, mas há outras formas de colaborar. Ajudar a divulgar o UWC e o processo de seleção para as bolsas na sua comunidade já é uma ajuda de grande valia para nós.